fbpx

DIA DA ALFABETIZAÇÃO 08/09

A Casa do Papel se orgulha em, de certa forma, estar presente nessa etapa tão importante da vida de toda pessoa: a alfabetização. Ler e escrever é ser livre para conhecer novas formas de ver o mundo, poder viajar para lugares distantes através de um livro ou criar um mundo só seu através da escrita.

 

Há, porém, uma questão muito séria que precisa ser levada em conta hoje no Brasil. É a diferença entre alfabetização e letramento. Alfabetização significa saber decodificar as letras e seus sons e a partir disso formar palavras. O letramento vai além, é quando o indivíduo tem desenvoltura em meio a esses códigos e é capaz de realizar ações mais complexas tal qual ler um livro, um jornal e escrever um texto coerente. Hoje no Brasil há um alto índice de pessoas alfabetizadas, porém que sofrem do que é chamado Analfabetismo Funcional.

O Analfabetismo Funcional é quando a pessoa é capaz de decodificar as letra

 

s e até lê palavras, mas tem enorme dificuldade em interpretar frases mais longas ou textos, o que impossibilita diversas funções sociais da leitura, como a apreciação de livros, revista, jornais, blogs e redes sociais com textos longos. Estima-se que o analfabetismo no Brasil esteja na casa dos 7%, porém o analfabetismo funcional, a falta de letramento, está em mais de 60%. Esse número é assustador.

Nesse Dia da Alfabetização, portanto, é essencial que possamos discutir não apenas a importância indiscutivelmente de saber ler e escrever, mas é preciso ir além. Lembrando o leitor que, se ele chegou no final deste texto, ele faz parte da pequena parcela da população que é capaz disso. Que nossas escolas e nossas famílias possam auxiliar as crianças do futuro a serem capazes de mais do que entender palavras, mas compreender histórias, capítulos, conceitos e ideias. Essa é a verdadeira liberdade da alfabetização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo