fbpx

5 DICAS DE GESTÃO DE ESTOQUE PARA PEQUENAS EMPRESAS

Confira 5 dicas de gestão de estoque para pequenas empresas:

1 – CONHEÇA PROFUNDAMENTE AS SUAS VENDAS

Os consumidores estão fazendo pedidos, mas você está com o estoque defasado. Como resultado, você inadvertidamente os afasta do seu negócio, criando oportunidades para os seus competidores. Não ter o produto que o seu cliente deseja significa perder dinheiro. Por isso, fique sempre atento ao seu número de estoque mínimo, aquele que não deixará faltar os produtos e que não deixará que sobre. Existem bons softwares capazes de calcular o estoque mínimo.  Mas a análise humana dos dados e das tendências também é fundamental.

2 – IDENTIFIQUE A PESSOA RESPONSÁVEL

O primeiro passo para um gestão de estoque adequada é contar com o profissional dedicado que será capaz de fazer a gestão. Isso vai garantir que alguém tenha uma boa visão geral do inventário, o que implica em respostas rápidas e ágeis quando necessário. Você pode ter problemas se não houver essa pessoa centralizadora, uma vez que diversas pessoas fazendo diferentes tarefas pode gerar confusão.

3 – PLANOS DE CONTINGÊNCIA

Uma série de problemas podem aparecer quando o assunto gestão de estoque. Estes tipos de problema podem acabar com um negócio despreparado. Por exemplo:

  • Suas vendas crescem acima da sua cota de estoque
  • Você entra numa crise momentânea de fluxo de dinheiro em caixa e não consegue pagar pelos produtos que precisa
  • Seu depósito não tem lugar para abrigar o estoque de vendas sazonais
  • Um erro de cálculo faz você ter menos produtos do que deveria
  • Produtos de baixo giro consomem o espaço do seu estoque
  • Seu fornecedor fica sem o produto que você precisa

A questão não é “se” esses problemas irão acontecer, mas “quando”. Nesse sentido, ter planos de contingência, estar sempre um passo à frente do problema e saber como resolvê-los antes mesmo que eles apareçam (pois eles vão aparecer certamente) é fundamental! Como reagir? Quais passos tomar? Tenha esse planejamento em mente.  

4 – CONHEÇA SOFTWARES DE GERENCIAMENTO 

Um bom software de gestão de estoque é um primeiro passo natural para simplificar a vida do empreendedor. Tente encontrar o programa que vai ser capaz de integrar diversas frentes, eliminado os múltiplos boletos e centralizando as ações, de forma a evitar o trabalho dobrado de catalogar tudo manualmente. Isso vai ajudar você a ter uma visão ampla de quais são de fato suas vendas e, por consequência, as movimentações necessárias no estoque. Para nomear alguns, Jigoshop, Shopify, 3dcart e Fishbowl são softwares internacionais interessantes.

5 – IDENTIFIQUE PRODUTOS DE BAIXO GIRO

Produtos de baixo giro são aqueles itens que não foram vendidos nos últimos 6-12 meses. Se alguns produtos se encaixam nessa descrição, então você provavelmente deve deixar de estocá-los. Claro, fique sempre atento à sazonalidade de algumas vendas (como Halloween, Natal o Copa do Mundo), então saiba fazer essas diferenciações.  

Rolar para o topo